<= Menu FitiniZini.com
EG*5

FitiniZini.Com

Eunucos Culturais

* Por Fitini, 2007 in Egypt - Dr. Fortunato Da COSTA

O Artigo Nº 2 da Constituição Egípcia diz que os princípios da Shari’a – a Lei Islâmica, no Corão, o Livro Sagrado da Religião Muçulmana – são a principal fonte da legislação do País; o que significa dizer que o Governo Egípcio se deve reger, escrupulosamente, pela Lei Islâmica, nas suas políticas e decisões.

Este foi o argumento que levou um membro do Parlamento Egípcio, o Deputado Mohamed el-Omda, no final de Abril de 2007 a colocar uma Acção em Tribunal contra: o Presidente do Concelho Superior de Justiça, Moqbil Chaker; o Ministro da Justiça, Mamdouh Marie e até contra o próprio Presidente da República Egípcia, Hosni Mubarak.

E tudo porque, este deputado, está contra o facto de o Ministro da Justiça e o próprio Governo, numa tentativa de modernizar o País, terem formado e nomeado, recentemente, 31 mulheres Juízes.

Diz ele que a Lei Islâmica, no Corão, declara que: “o Testemunho de duas Mulheres é igual ao Testemunho de um só Homem”, ou seja, uma mulher vale metade de um homem, portanto, nenhuma mulher pode ser Juiz, por não ter o “direito religioso” de julgar um homem.

Afirma que tal nomeação é inconstitucional, sendo uma afronta contra aos textos religiosos do Islão e que o Corão para além de proibir, diz que: “colocar uma mulher como Juiz, é até mesmo condenável pelo Islão”.

E continua dizendo que no tempo do Profeta Maomé e do seu sucessor Caliphs, jamais alguma mulher fora nomeada Juiz.

Considera, ainda, que não é do interesse público, sendo até prejudicial para as mulheres pois estas, por causa das tarefas domésticas, não têm tempo para serem Juízes, nem para se deslocar pelo País.

E termina com uma argumentação, para ele, extrema: “se as mulheres querem igualdade de direitos… então porque é que não se candidatam a cargos no exército, ou como condutoras de autocarros, ou até distribuidoras de correio?”.

Estamos em pleno século XXI, mas a generalidade dos Países Muçulmanos têm constituições com redacções semelhantes à Egípcia, País considerado até bastante evoluído em relação aos demais Países Islâmicos, onde a Lei Islâmica rege a Constituição, as Leis e as demais actividades políticas e decisionais dos Governos. E, onde, até existe um Ministério das Mesquitas que paga os salários e subsidia a actividade dos religiosos muçulmanos no País e na sua expansão pelo estrangeiro.

A sociedade Muçulmana regulamenta e controla rigorosamente todas as vertentes comportamentais da sociedade e, até mesmo, a Moda. Em Abril de 2007, várias estudantes universitárias Iranianas foram presas por não terem os véus colocados, ou suficientemente apertados, ou por usarem roupas demasiado justas.

Experimentem tentar construir uma Igreja Cristã ou um Templo Budista num País Muçulmano… vá, tentem lá?!!

Não conseguiram, não foi!! E porquê? Simplesmente, porque esses Países não são Laicos! Pois… têm Legislação expressa para impedir (reduzir, isso sim!) toda a proliferação de qualquer outra religião.

E fazem eles bem, pois defendem as suas identidades religiosas e culturais com unhas e dentes.

E, nós?

Se fossem os Políticos a reger a Igreja Católica, já teríamos uma Mesquita enfiada dentro do Vaticano…

O que andamos nós a fazer?

Nós andamos na Moda do Politicamente Correcto!

Alguns até dizem que são Maricas, porque acham que, também, é politicamente correcto.

Nós Ocidentais… andamos completamente “marados da corneta”, comportamo-nos como autênticos “Capados da Tola”, ou mais eruditamente “Eunucos Culturais” e andamos armados em Laicos a remover das nossas constituições toda e qualquer afinidade religiosa ou cultural com o Cristianismo.

Eu, pessoalmente, estou-me completamente nas tintas para qual o tipo de sistema operativo que queremos usar para falar com Deus, para mim vai dar ao mesmo se usarmos: o Unix, o Windows, o Islão, o Cristianismo, o Chelsea, ou até o Benfica!

A verdade, é que se não tomarmos as devidas precauções, nem defendermos a nossa base cultural e religiosa de forma semelhante ao que fazem os Países Muçulmanos, a nossa cultura religiosa será exterminada ainda neste século XXI.

E será, estranhamente, por implosão... vindo das camadas sociais mais pobres, daqueles que nada têm a perder. Será o tal vector resultante do algoritmo: “Se os Ricos não acabam com os Pobres… então, um dia, os Pobres acabam com os Ricos!”. E embandeirados por slogans religiosos que lhes dão a força Moral e Legal para dizimar os oponentes… ou seja, todos os outros!

A França é já uma bomba relógio, onde o medo religioso impera… e que acabou por se espalhar por todo o Mundo. Quem tem a coragem para blasfemar contra o Islão? Ninguém! Mas todos estamos à vontade para dizer umas barbaridades contra as outras religiões… certo?!

A Globalização Económica é desequilibrada, os Ricos cada vez criam mais Pobres e está-se a formar a tal resultante onde o slogan religioso do contra é usado para liderar a ONDA dos Pobres contra os Ricos. E estamos todos tão cegos que não queremos acreditar no que os nossos olhos claramente vêm. Será surdez?

Vivemos debaixo de uma espécie de Nova Santa Inquisição! A espiral histórica repete-se… mas agora em proporções globais.

Felizmente que a História está nas nossas mãos, somos nós que a fazemos!

Ainda nos resta uma esperança… devemos, pois, caminhar com precaução, com prevenção, não a passos torpes e desastrados de Eunucos Culturais.

E, quem não perceber o que estou a tentar dizer, especialmente Políticos e Jornalistas, façam o favor de ir passar uma semana de férias à Argélia, ou ao Cairo… e logo “Verão Claramente Visto” o que TÊM de compreender.

Deixem-se de Lérias meus senhores… o problema é sério! Muito SÉRIO!

Alexandria EGIPTO, 2007

Todos os Direitos de Propriedade Intelectual pertencem a:

Dr. Fortunato Da COSTA
EMail: fitini@fitini.net

Por favor, AJUDE-NOS a continuar
estes Artigos para a sua Leitura Gratuita:

(*) Dr. Fortunato Da COSTA, Mestre em Estudos Europeus pelo Instituto de Estudos Europeus, Licenciado em Administração Pública e Bacharel em Engenharia é Consultor Internacional Perito em Arquitectura Organizacional e Sistemas de Informação, Empresário, Professor, Formador, Orador em Palestras e Conferências, Escritor, Director da Fitini.NET ConsultinG, podendo ser contactado pelo e-mail: fitini@fitini.net. Visite: Fitini.NET ConsultinG

É Proíbido utilizar qualquer cópia, ou qualquer parte, deste documento sem autorização por escrito
Direitos de Autor totalmente protegidas Mundialmente pela Lei, Desde 2006


InMental-Institute.com Psicologia Hipnoterapia
Sonoterapia Apneiaterapia
...
InMental-Institute.com
PORTUGAL



[ Menu FitiniZini.com ]
?


Games Shopping Travel Health Fashion Consulting News Search Casino

E-Mail => fitini@fitinizini.com

Fitini.NET / FitiniZini.com i-Portal
O i-Portal de Humanos Inteligentes
Desde 2000, Todos os Direitos e Marcas Reservados