Joca e Fortunato Campeões de Basketball no Benfica de Quelimane em Moçambique 1975. Veja mais e partilho com os seus amigos.


Joca, Fortunato e Companhia

O JOCA

Estava um tórrido dia de sol, a pique mesmo. Quase horas de almoço e lá regressavam a casa os miúdos que vinham da escola primária. Um deles muito triste vinha com a sacola às costas e, na mão em vez de na cabeça, levava um chapéuzinho.

– " Oh Joca!... Com tanto sol, porque é que não pôes o chapéu na cabeça filho? " – Diz-lhe a mãe, lá da porta do quintal.

– " Mãããe o chapéu não entra... " – exclama o Joca num lamento de resignação que só ele e eu entendemos.

Este jovem, alguns anos mais tarde, tornou-se no meu grande irmão e amigo de peito para todo o sempre, o JOCA, ou Joquinha para a meninas mais giraças. Foi no Liceu de Quelimane que nos encontrámos pela primeira vez e ficou para todo o sempre, esta espectacular amizade.

Pois bem... vamos ao que interessa...

A FREIRINHA DE FÍSICO-QUÍMICA

O Joca e eu andávamos sempre na boa vida. Jogávamos basquetebol no Benfica de Quelimane e nos tempos livres, andávamos atrás das miúdas lá no Liceu.

Tinhamos uma professora de Físico-Química que era também Freira lá numa congregação católica em Quelimane. Ela de pé era mais pequenina que nós sentados nas cadeiras da sala... Preparava as aulas o melhor que sabia e podia, mas a bondade dela não era suficiente para impôr o respeito e a disciplina num grupo de reguilas onde eu era o chefe de turma e todos os meus trinta colegas (eles e elas) estávamos sempre de acordo para o que desse e viesse...

Um certo dia, a professorinha decidiu falar da densidade dos elementos. E, assim, encheu um copo com água e... muito devagarinho deitou lá para dentro uma pequena esfera de aço... claro que a esfera foi logo para o fundo do copo... e foi dizendo com um ar de grande sabedoria:

– " Estão a ver? Como o aço é mais denso que a água, a esfera vai para o fundo do copo! ".

Eu maroto, como sempre... comecei a pensar em como contrariar tanta sapiência e bloquear a aula. Levantei-me e argumentei:

– " Para o fundo? Não-Nãão! A esfera ficou mas é a boiar... " – Olhando e acenando afirmativamente para os meus colegas.

– " A esfera está a boiar, certo pessoal?! " – Ao que os meus colegas todos em uníssono confirmaram.

Bem... foi o fim daquela aula. A professora a dizer que a esfera estava no fundo e... trinta alunos a dizer que não e que estava a boiar.

O tempo foi passando e nada... até que a freirinha, sem mais saber o que fazer, colocou-se de joelhos e de maõs juntas, virada para mim disse:

– " Fortunato, por favor, deixa-me dar a aula... " – Bem... eu aí percebi que a brincadeira já ia longe de mais e parei, dizendo:

– " Certo, a esfera está a boiar no fundo do copo! " – E lá continuou então a freirinha a poder dar a sua aula de físico-química sobre a densidade.

Num outro dia... estava o JOCA inspirado. E dessa vez era sobre electricidade e magnetismo. Mais precisamente sobre os campos magnéticos, a força magnética (força de Lorentz) criados pela circulação de electricidade numa bobine.

Existe uma regra chamada regra-da-mão-direita que indica o sentido da força magnética em função do sentido da circulação da corrente eléctrica e, também, existe essa mesma regra explicada pela posição do corpo humano e a posição dos braços...

O JOCA lembrou-se de fazer uma pergunta sobre o assunto:

– " Oh Stora! Eu tenho uma dúvida, eu estava deitado no sofá a estudar isto e, na altura percebi, mas agora estou baralhado. Posso explicar o que fiz? " – A professorinha, olhou para ele, acreditou nele e disse: " Sim, mostra lá então a tua dúvida... ".

O JOCA não faz mais nada... atira-se para o chão, vira-se de barriga para cima e começa a bracejar e a espernear, movendo o braços ao mesmo tempo que ia dizendo: " Assim? Assim? Assim? ".

A professorinha e os trinta alunos estiveram para ali cinco minutos a olhar para ele... a ver se percebiamos qual era a tamanha dúvida. Até que então o JOCA não resistiu mais e explodiu a rir.

– " Hi! Hi! Hi! Hi! Hi!... "

– " RUA! " – E lá foi o JOCA dar uma voltinha ao bilhar-grande...

E, finalmente... num teste de Física: sobre a teoria atómica, os átomos, os electrões, e outros palavrões... surgiu uma pergunta para a qual eu não sabia, simplesmente, a resposta... Então, comecei a divagar. Escrevi, escrevi, ... mas aquilo que escrevi tinha tanta racionalidade que a pobre da freira-professorinha não conseguia decidir se eu estava certo ou errado.

Sabem o que aconteceu? Nunca me corrigiu o teste nem me deu nota sobre aquele exame escrito. Dizia-me sempre que ainda não tinha corrigido o meu teste e que não sabia como fazer... e nunca me deu a nota daquele exame escrita.

Parecida com esta só a de um dos meus outros amigos da turma, o Miguel Angelo Jardim que foi para um certo teste de história sem ter estudado nada... então do que se lembrou ele...

Teve a brilhante ideia de não responder a nenhuma pergunta e... limitou-se a descrever como narrador a famosa Batalha de Aljubarrota... escreveu sem parar durante todo o teste... um verdadeiro guerreiro da "Pena"...

Sabem o que aconteceu?

A nossa bela professora de história deu-lhe 10, a nota positiva mínima (na alturas as notas iam de zero a vinte) e disse-lhe:

– " Miguel, dou-te a nota mínima porque a tua batalha estava fabulosamente bem escrita... mas para a próxima, se me fazes outra igual... LEVAS ZEEERO!!! " – Ah grande Miguel Jardim.

Eu e o Miguel também temos aventuras super engraçadas... um dia decidimos fugir de casa... ele porque o pai lhe queria chegar-a-roupa-ao-pêlo e eu porque a minha mãe me queria chegar-o-pêlo-à-roupa...

Andámos, andámos, andámos, ... pelas tembas, palhotas, coqueiros, mangueiras, capim, muito capim, ... até que lá para o final da tarde já cansados e com fome decidimos que a fuga tinha terminado e decidimos voltar para casa...

Hehehehe, bons velhos tempos... tempos que não voltam mais.

E quando o nosso professor de matemática, o eng. Ivo Alberto (um super professor) me deu 21 valores, sendo o máximo 20?!

Eu tivera vinte valores no último teste de matemática e no dia da correcção apareceu com um problema estrambólico para me desafiar e disse: " Se conseguires resolver este problema dou-te mais um valor... " – Eu resolvi e ele cumpriu, deu-me 21 valores.

Eih Meus Amigos e Amigas, se algum de vocês ler isto... mandem-me fotografias daqueles tempos incríveis que passámos juntos. Obrigado por tudo!

Escrevo isto em nossa memória, dos que já foram e dos que estão para ir... deixemos, para os outros, estas nossas parvoíces.


Quelimane Moçambique 1975

Todos os Direitos de Propriedade Intelectual pertencem a:

Dr. Fortunato Da COSTA *
EMail: fitini@fitini.net

Por favor, AJUDE-NOS a continuar
estes Artigos para a sua Leitura Gratuita:

Para manter este sítio gratuito clique no BOTÃO DOAR e faça uma pequena doação, ou Partilhe os nossos Artigos

(*) Dr. Fortunato Da COSTA, Mestre em Estudos Europeus pelo Instituto de Estudos Europeus, Licenciado em Administração Pública e Bacharel em Engenharia é Consultor Internacional Perito em Arquitectura Organizacional e Sistemas de Informação, Empresário, Professor, Formador, Orador em Palestras e Conferências, Escritor, Director da Fitini.NET ConsultinG, podendo ser contactado pelo e-mail: fitini@fitini.net. Visite: Fitini.NET ConsultinG

É Proíbido utilizar qualquer cópia, ou qualquer parte, deste documento sem autorização por escrito
Direitos de Autor totalmente protegidas Mundialmente pela Lei, Desde 2006

[ Menu FitiniZini.com ]
?


Amo-te...

Quer reduzir a Depressão? Ansiedade? Tristeza? Terapia em Português
Do you want to reduce your Depression? Anxiety? Sadness? Therapy in English
Voulez-vous réduire la Dépression? Tristesse? Anxiété? Thérapie en Français
¿Quiere reducir la Depresión? Ansiedad? Tristeza? Terapia en Español
Quer reduzir a Obesidade? Excesso de Peso? Terapia em Português
Do you want to reduce your Obesity? Overweight? Therapy in English
Voulez-vous réduire le Surpoids? Obésité? Excès de poids? Thérapie en Français
¿Quiere reducir la Obesidad? Exceso de peso? Terapia en Español
Quer reduzir a Dependência Alcoólica? Alcoolismo? Terapia em Português
Do you want to reduce the Alcohol Dependence? Alcoholism? Therapy in English
Voulez-vous réduire la Dépendance Alcoolique? Alcoolisme? Thérapie en Français
¿Quiere reducir la Dependencia del Alcohol? ¿Alcoholismo? Terapia en Español
Quer ter Sonhos Doces? Quer viajar até ao Paraíso? Terapia em Português
Do you want Sweet Dreams? Do you want to Travel to Paradise? Therapy in English
Voulez-vous Rêves Doux? Voulez-vous voyager au Paradis? Thérapie en Français
¿Quiere tener Sueños Dulces? ¿Quiere viajar al Paraíso? Terapia en Español

Health Pillows Fitini.us in English
Oreillers pour la Santé Fitini.fr en Français
Almohadas para la Salud Fitini.es en Español
Almofadas para a Saúde Fitini.pt em Português
Kissen Fitini.de für medizinische Hilfe auf Deutsch
Cuscini Fitini.it per assistenza medica in Italiano

FitiniZini.com
Direitos de Privacidade, Direitos de Confidencialidade, Direitos de Propriedade Intelectual e Direitos Humanos totalmente respeitados e protegidos
Direitos de Propriedade Intelectual Reservados (Patentes, Marcas Registadas e Direitos de Autor) desde 2000