<= Menu FitiniZini.com
PT*14

FitiniZini.Com

As Catacumbas do Zé Cagão

* por Dr. Fortunato Da COSTA

Na Beira-Baixa, rezam as crónicas dos Toulões – tão pouco alguém as viu, ou jamais as leu – que um incerto e destemperado obrante, de nome Zé, costumava evacuar, a torto e a direito, pelos cabeços, vales, ribanceiras e onde quer que o traque acudisse.

Não havia barróca, nem chaparro que o tal evacuante não tivesse já brindado com as suas bostas desalmadas e tostadamente reluzentes - a população andava desesperada.

A incerteza do Zé era de bradar aos céus, à esquerda, à direita, por todo o lado; ninguém na aldeia conseguia sair de casa à noite sem depois trazer, colados às botas, mais um dos seus famosos empastelados.

A noite era um inferno... ninguém se aventurava, depois do sol-posto. Nem os mais namoradeiros tinham coragem, pois, o risco era monstruoso. Assim, como nem o amor resistia a tanta trampa, até a natalidade começou a diminuir.

As novas gerações estavam em risco, de modo que os mais sábios da aldeia decidiram reunir-se e deliberar sobre o que fazer ao desnaturado Zé.

Evitando a penumbra que escondia aquelas bestialidades espalhadas por todos os cantos da aldeola, a célebre reunião nocturna dos anciãos foi feita logo pela manhã, pois o tórrido calor do sol ainda poupava os odores diabolicamente fétidos, dos pastéis produzidos naquelas desgraçadas entranhas.

“Raios partam aquele olho negro do Zé Cagão!” – diziam uns.

“Olho negro? Aquilo é mas é o buraco do inferno!!” – diziam outros.

“Temos que lhe enfiar um fogueiro para ver se acabamos com isto...” – alguém disse.

“E se lhe metêssemos uma rolha?!!” – disse o mais sábio.

E assim fizeram. Apanharam o desgraçado do Zé e enrolharam-no.

Dois dias durou a paz. Mas certa tarde, ouviu-se um estampido e o descalabro aconteceu. Uma vaca morreu com uma rolha enfiada num olho e choveu esterco na Malhadinha, junto ao cemitério.

O povo enfureceu-se de tal modo que o pobre do Zé teve de fugir da aldeia e… lá acabou, finalmente, por desaparecer.

Passaram dois anos, os campos voltaram a florir, o perfume da natureza trouxe as andorinhas e a normalidade voltou à aldeia dos Toulões.

Mas, um belo Domingo de Verão a miudagem apareceu a correr:

“Fujam, vem aí o Zé Cagão outra vez!” – e a debandada foi geral.

Num belo carro, acompanhado por uma não menos bela senhora loura de chapéu, lá vinha o Sr. José Cagão todo emproado. Pudera estava rico.

A verdade é que o Zé naquela fuga desesperada da aldeia teve de se esconder da população enfurecida que o queria estripar. E, assim, enfiou-se numa barróca lá para a Serra.

E, no meio daquela miséria de vida, a sorte do Zé veio ao de cima. Então não é que aquela barróca era a entrada para umas catacumbas romanas muito antigas onde encontrou muitas moedas de ouro?!

Comprou uma quinta, fez uma casa, com casa de banho e tudo – parece que até foi ele que importou a primeira retrete lá para a aldeia.

É, pois, daqui que vem o dito popular: “É um Cagão!” quando queremos dizer que alguém é sortudo.

Ele nunca revelou o segredo do local das catacumbas a ninguém. Mas elas lá estão. Pois ele cada vez que precisava de dinheiro, sabia lá ir procurar mais moedas!

E, já agora,... quem não quiser acreditar que vá lá ver!!

Toulões, Jun/2007

Todos os Direitos de Propriedade Intelectual pertencem a:

Dr. Fortunato Da COSTA
EMail: fitini@fitini.net

Por favor, AJUDE-NOS a continuar
estes Artigos para a sua Leitura Gratuita:

(*) Dr. Fortunato Da COSTA, Mestre em Estudos Europeus pelo Instituto de Estudos Europeus, Licenciado em Administração Pública e Bacharel em Engenharia é Consultor Internacional Perito em Arquitectura Organizacional e Sistemas de Informação, Empresário, Professor, Formador, Orador em Palestras e Conferências, Escritor, Director da Fitini.NET ConsultinG, podendo ser contactado pelo e-mail: fitini@fitini.net. Visite: Fitini.NET ConsultinG

É Proíbido utilizar qualquer cópia, ou qualquer parte, deste documento sem autorização por escrito
Direitos de Autor totalmente protegidas Mundialmente pela Lei, Desde 2006

[ Menu FitiniZini.com ]
?


Amo-te...

Quer reduzir a Depressão? Ansiedade? Tristeza? Terapia em Português
Do you want to reduce your Depression? Anxiety? Sadness? Therapy in English
Voulez-vous réduire la Dépression? Tristesse? Anxiété? Thérapie en Français
¿Quiere reducir la Depresión? Ansiedad? Tristeza? Terapia en Español
Quer reduzir a Obesidade? Excesso de Peso? Terapia em Português
Do you want to reduce your Obesity? Overweight? Therapy in English
Voulez-vous réduire le Surpoids? Obésité? Excès de poids? Thérapie en Français
¿Quiere reducir la Obesidad? Exceso de peso? Terapia en Español
Quer reduzir a Dependência Alcoólica? Alcoolismo? Terapia em Português
Do you want to reduce the Alcohol Dependence? Alcoholism? Therapy in English
Voulez-vous réduire la Dépendance Alcoolique? Alcoolisme? Thérapie en Français
¿Quiere reducir la Dependencia del Alcohol? ¿Alcoholismo? Terapia en Español
Quer ter Sonhos Doces? Quer viajar até ao Paraíso? Terapia em Português
Do you want Sweet Dreams? Do you want to Travel to Paradise? Therapy in English
Voulez-vous Rêves Doux? Voulez-vous voyager au Paradis? Thérapie en Français
¿Quiere tener Sueños Dulces? ¿Quiere viajar al Paraíso? Terapia en Español

Health Pillows Fitini.us in English
Oreillers pour la Santé Fitini.fr en Français
Almohadas para la Salud Fitini.es en Español
Almofadas para a Saúde Fitini.pt em Português
Kissen Fitini.de für medizinische Hilfe auf Deutsch
Cuscini Fitini.it per assistenza medica in Italiano

FitiniZini.com
Direitos de Privacidade, Direitos de Confidencialidade, Direitos de Propriedade Intelectual e Direitos Humanos totalmente respeitados e protegidos
Direitos de Propriedade Intelectual Reservados (Patentes, Marcas Registadas e Direitos de Autor) desde 2000